Rosas são vermelhas, violetas são azuis, em dia de São Valentim…

Não queria fazer um post sobre o Dia de São Valentim – o famoso Valentine’s Day – porque estava muito ocupada não organizando nada especial pra comemorar com ninguém no dia de hoje. Mas a internet tem dessas coisas, e eu acabei topando com uma carta escrita por John Steinbeck – autor de “As Vinhas da Ira” – endereçada ao seu filho, que na época era um adolescente e lhe escreveu para contar que estava apaixonado por uma garota do internato, e fui obrigada a deixar o cinismo de lado pra dividir esse pedacinho de sabedoria pra vida.

Continuar a ler

Pare de se justificar!

Aqui vai uma lista de 25 coisas pelas quais você não precisa se justificar, por Chelsea Fagan

aononno_1281037854_04C091

1. O seu trabalho. Sim, mesmo que você trabalhe com algo que as pessoas condescendentemente digam que não é um “trabalho de verdade”. Você já é um vencedor por ter um emprego – seja lá qual for – diante do quadro econômico atual.

2. Se você tem ou não tem dividas. Se você conseguiu terminar a faculdade sem ficar em débito, isso não significa que a sua vida financeira é um passeio no parque pela qual você tem que ficar se desculpando. E se você está em débito, isso não significa que o seu diploma não vale nada e que agora você merece sentir vergonha por estar batalhando para encontrar um emprego após você ter sido convencido que estava fazendo uma boa escolha durante a faculdade.

3. O tipo de comida que você gosta de comer, ou o porquê de gostar de comer isso. (Independente do quanto algumas pessoas possam considerar a sua comida favorita nojenta, entediante ou sem cultura)
Continuar a ler