Mixtape: [we are] the young ones

Mixtape pra animar a semana. Espero que vocês gostem! Para downloads, clique aqui [x]

Image

back

Um Mixtape (e a saga do SoundCloud)

Fim de tarde, acamada com uma gripe em forma de maldição elaborada pelo Rumplestiltskin e ativada pela Rainha Má, e ainda com pensamentos relacionados ao Dia de São Valentim – foi assim que eu cheguei na minha primeira mixtape: uma seleção de músicas sobre o amor, compostas e/ou cantadas por mulheres – para mulheres (não meninas!).

Essa mixtape, na verdade, é um presente singelo “de mim para mim”, porque dizem por ai que tudo começa com as nossas próprias atitudes. Fiz minha parte, me amei, me prestei, e agora chegou a hora de você fazer a sua parte e me dar um presente; eu sou patética fabulosa e acho que mereço ganhar alguma coisa nesse Valentine’s Day de verdade.

Enfim… O nome da mixtape, “Not Girls, Women” — Não É Para Garotas, É Para Mulheres — é uma referência a Snow White da série Once Upon a Time, que diz ser uma mulher e não uma garota ao esbarrar pela primeira vez no Princípe Encantado. (Considere isso uma divulgaçãozinha básica, porque me falta escrúpulos e dignidade)

Cover

Back

Not Girls, Women_ A Valentine’s Day mixtape

Tentei dispobinilizar o arquivo no SoundCloud, mas por algum motivo que eu desconheço, o upload não pára de dar erro. Pra quem ainda não ouviu falar, o SoundCloud é uma plataforma de publicação de áudios online. Lá você, amador ou profissional, pode acrescentar seus arquivos, compartilhá-los, promovê-los e distribuí-los. É super prático, no geral não causa dores de cabeça, e é ótimo pra encontrar novos talentos e artistas que ainda não explodiram na indústria musical ou que não estão tocando nas rádios da vida. Realmente não entendo o que está dando errado no upload, depois tentarei mais uma vez, porque eu sou brasileira.

Enquanto isso, a mixtape ficará disponibilizada no link acima. Fiz com muito amor e carinho, e espero que vocês gostem tanto quanto eu! Sintam-se a vontade para para publicá-la em outro lugar, contanto que não esqueçam os devidos créditos. 🙂