Tamanho de Roupa não é documento.

Gente, dia desses esbarrei num artigo bem interessante que eu li no Popsugar, sobre a Marie Southard Ospina, que é uma editora de moda do Bustle.com e colaboradora do Buzzfeed.

Nele, a nossa “amigue” gringa resolveu comprovar que tamanho de roupa não é documento, especialmente quando se diz respeito ao corpo feminino. Já que a discrepância entre os tamanhos das formas oferecidas pelas marcas de roupa nesse universo fashion são bem ridículas, definir qual é a numeração que vestimos se torna uma tarefa pra lá de complicada. Por isso, ela resolveu experimentar vários pares de calça jeans de marcas diferentes, todas do mesmo tamanho, para comprovar a sua afirmação. Abaixo segue o seu relato:

“Ao comparar as medidas ditadas pela vaidade, junto os gráficos imprecisos de medidas nas grandes lojas de departamento, e o fato de que dois corpos não são iguais, descobrir qual o tamanho que você veste não é uma tarefa fácil. E quando você é gordinha, as coisas ficam ainda pior. Mas vamos esquecer por um instante que a maioria das marcas e lojas simplesmente não produzem roupas acima do tamanho 12 (equivalente ao tamanho G para roupas em geral, e ao número 46 para calças jeans aqui nas terras tupiniquins). A realidade é que um corpo curvilíneo tem, obviamente, mais curvas. E essas curvas não são algo que você pode medir facilmente, muito menos na hora de traduzir isso para uma forma de calça jeans.

Eu devo admitir que eu simplesmente não sou fã de denim. Eu não sei dizer se isso é devido a minha afinidade por vestidos vintage, ou se é um desgosto cultivado pela falta de disponibilidade de jeans confortáveis que sirvam o meu bumbum avantajado e cintura larga. O que eu sei é que no meu guarda-roupa existem peças de roupa – incluindo jeans – que variam do tamanho 44 ao tamanho 56, e assim como dois corpos não são iguais, aparentemente dois pares de calça jeans também não são. E como eu gosto de participar do mundo fashion/experimentos estéticos eu decidi usar o meu tamanho base – o tamanho 46, que é o que eu compro com mais frequência – para investigar os conceitos de formas ditados por diferentes marcas e estilistas.”

Modelo #1:

Marca: NYDJ | Ela rasgou vários elogios e recomendou com l0uvor. Modelo stretch jeans.

Modelo #2

Marca: Jessica Simpson | Marie disse que esse modelo, que também é stretch jeans, ficou bem apertado na região do calcanhar, e bem frouxo no bumbum. Além disso, faltou alguns centímetros pra conseguir fechar o botão.

Modelo #3:

Marca: Old Navy | A editora curtiu o modelo boyfriend sem stretch, mas não curtiu a forma como o jeans sentou no quadril.

Modelo #4:

Marca: Arizona |  Modelo sem stretch. Além de não ter fechado, ficou super curto no comprimento, disse ela.

Modelo #5:

Marca: Levi’s | Sem stretch, ela recomendou com louvor, apesar de afirmar que preferiria se o modelo fosse cintura alta, e não média.

Modelo #6:

Marca: Jones New York | Com Stretch. Esse ela disse que não fecharia nem se ela deitasse no chão e encolhesse a barriga o máximo que ela pudesse.

Modelo #7:

Marca: Calvin Klein | Sem stretch. Esse ela não entendeu como ele coube nas coxas largas e no bumbum avantajado, mas não teve espaço o suficiente para fechar o botão.

Modelo #8:

Marca: Forever21 Plus | Modelo com stretch. Ela afirmou que apesar de ter servido tanto no quadril quanto no bumbum e na cintura, ele acentuou ainda mais o corpo no formato de pêra – e eu concordo,ficou péssimo no quadril.

Modelo #9:

Marca: Decree | Modelo com Stretch. A confusão não tem limites. Coube no bumbum e no quadril, mas ficou super frouxo na cintura.

Modelo #10:

Marca: Liz Claiborne | Sem stretch, ela também recomendou esse modelo com louvor.

A conclusão deixada pela Marie é que a nossa obsessão com padrões e tamanhos é absolutamente sem sentido, e que é algo que só gera perda de energia e tempo. E é a mais pura verdade.

Quantas vezes não saímos confusas do provador pensando ter engordado, ou por vezes até um pouco iludidas, achando que havíamos emagrecido porque peça x ou z, que eram exatamente do mesmo tamanho, não haviam servido da maneira que achávamos?

E pensar que um dia isso já me causou muita frustração e, confesso, muito choro…

Eu, por exemplo, também sou gordinha – valeu, efeito sanfona! Tenho o corpo em forma de pêra, e sofro imensamente pra encontrar calças ou shorts que sirvam direitinho. A batalha é ainda maior com short jeans – que eu passei a usar depois de ter chutado o complexo com as pernas carnudas pra lua – especialmente com relação a cós vs comprimento. Inclusive, pensei em documentar a minha saga pelos fast fashions da vida da próxima vez que eu resolver caçar mais shortinhos pro meu guarda-roupa. O que acham?

E assim como a Marie mostrou, façam também como a Ginnifer Goodwin me ensinou: parem de surtar, encontrem uma costureira boa, confiável, e que cobre um preço justo, com quem você possa mandar ajustar as suas peças de roupa; Porque loja de departamento não quer saber se você é magra mas tem quadril largo, ou se é baixinha e não tem cintura, não.

Já sabe, né? Da próxima vez que você não couber naquela peça de roupa que você jurava ser o tamanho que você normalmente usa, respire fundo, erga a cabeça, e saia do provador com dignidade porque, como descobrimos, isso não é o fim do mundo. Basta pegar uma numeração maior ou menor.

E o tamanho perfeito? Ah, esse é você quem determina, e mais ninguém. Contanto que seja o tamanho que te faça feliz, magra ou gordinha, tá tudo certo.

Advertisements

2 thoughts on “Tamanho de Roupa não é documento.

  1. Grace diz:

    Amei esse post!!! Depois de engravidar engordei muito. Mas sinceramente isso não me incomoda muito, mas para as pessoas parece que sim. Na verdade isso pertence a mim…….. preparando para chutar o balde. Heheh
    beijos. Amei aqui.

    Liked by 1 person

    • Lorena diz:

      É isso mesmo, Grace, você tem que fazer o que te faz se sentir bem. Um dia, quando e se você quiser, ai sim você se preocupa em recuperar o corpinho que tinha antes da gestação. Roupa não é desculpa nem pra engordar ou emagrecer, sabe? Tem uma blogueira plus size chamada Ju Romano, que é LINDA, SUPER estilosa, e aparenta ser bem feliz do jeito que é.
      Obrigada pelo comentário, fiquei muito feliz com ele! Volte sempre 🙂

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s